ANEL INTRA-ESTROMAL

Aba 1

     

ANEL INTRA-ESTROMAL

Anel de Ferrara ou anel intracorneano, apesar do nome, não é exatamente um anel. É a metade de um anel feita de acrílico, um material rígido transparente, que é implantado na camada da córnea chamada estroma. É uma técnica de cirurgia para correção do ceratocone. Pode ser necessário implantar um ou dois segmentos deste “anel”, dependendo do grau e forma do defeito de córnea a ser corrigido. O tipo e grau do ceratocone é determinado através da realização de alguns exames de córnea pré-operatórios, como topografia, tomografia e paquimetria de córnea.

Indicações
O implante está indicado para doenças da córnea em que ocorre alteração de sua curvatura, como no ceratocone e na degeneração marginal pelúcida, em casos moderados a avançados em que a deformidade de córnea é muito grande e não é mais possível a correção da visão com óculos ou com adaptação de lentes de contato.
Este procedimento não tem como objetivo a eliminação do grau, embora isto possa ser atingido em alguns casos. O uso de óculos ou lentes de contato após o procedimento pode ser necessário para corrigir o grau residual.
Procedimento
A cirurgia é realizada no centro cirúrgico, com anestesia local e sedação leve. O paciente tem alta no mesmo dia e sem curativo. É necessário apenas o uso de colírios no pós-operatório. A recuperação é rápida.
Atualmente o procedimento é feito a laser, sendo muito mais seguro e previsível do que quando era feito manualmente.